Ring Archer Chin Ups

Qualquer exercício de puxar o próprio corpo, seja na barra ou nas argolas de ginástica, é desafiador. Porém com a passar dos treinos o atleta/aluno vai conseguindo executar com mais facilidade os exercícios mais básicos. Após conseguir executar com facilidade qualquer das variações mais básicas pode-se aumentar a intensidade do exercício mudando as variações para assim progredir a força e aumentar a ativação neuromuscular.
O Ring Archer Chin Ups é uma ótima opção para progredir após fazer com facilidade mais de 5 repetições em pelo menos nestas variações anteriores descritas no site. Esta progressão é uma excelente escolha para o início do trabalho de fazer barra com apenas uma mão (One Arm Chin Ups); também é uma escolha essencial para o programa de treinamento para àqueles que buscam conseguir fazer Iron Cross nas argolas.



Dicas:

* Começando da posição pendurado nas argolas, procure manter os punhos fortemente flexionados, inicie o movimento sem kepping/swing/balanço e ao passar o queixo das mãos - em total flexão do cotovelo - estender um dos braços para a leteral.
* O braço que se estende não deve ficar solto por sí só, deve auxiliar o braço flexionado no movimento fazendo força para adução, porém estendido totalmente.
* Procure manter os joelhos estendidos e jamais balançar o corpo para fazer o movimento.
* O movimento não deve ser feito com muita velocidade no caso de objetivo de ganhos de força; mas sim feito com calma e total controle - como no vídeo; ou até mais lento.
* Faça uma pequena pausa no final do movimento (quando um dos braços se estende) de 1 a 3 segundos.
* Repetições de 1 a 5 para cada braço, com séries de 3 a 6, podem trazer grandes resultados.

Alexandre C. Alves é Esp. em Fisiologia do Exercício e em Treinamento Desportivo pela UNIFESP

O artigo Ring Archer Chin Ups foi escrito e editado por Alexandre C. Alves na data de 17 de out de 2012. Esperamos que este artigo possa ser útil.

Sessões deste Artigo: ,